• Angeologia Tomista: solidez e atualidade

    Posted on agosto 29, 2014 by in Artigos

    BLOCO 1 – CONTEXTUALIZAÇÃO


    Capítulo 7 – Angeologia Tomista: solidez e atualidade

    Na apresentação desta matéria, afirmamos tomar como base os argumentos de São Tomás de Aquino. Mas… ele viveu no século XII! Passou tanta água debaixo da ponte da História, de lá para cá… Para um estudo nosso, no terceiro milênio, um autor tão antigo não estaria defasado? Talvez não…

    A resposta a esta pergunta consiste em considerar a angeologia tomista, não como um tratado fechado, mas como parte de todo um sistema de pensamento – o tomismo, propriamente – de rigorosa lógica e admirável coesão, desde os princípios filosóficos mais básicos às mais altas conclusões teológicas, passando pela metafísica, a lógica, a psicologia e a antropologia, para citar as principais. Neste sistema, tudo é coerente, tudo é conseqüente, tudo é harmônico; alguns princípios metafísicos, simples na sua essência, se desdobram incansavelmente até abraçar todo o universo numa sinfonia de harmonias que constituem um espelho imperfeito daquela suprema harmonia divina que Deus é.

    Embora muita gente tenha escrito sobre os anjos, é lícito crer que ninguém tenha compreendido tão bem como São Tomás a essência da natureza angélica, suas faculdades, seu modo de agir e sua influência sobre os homens, com tanta profundidade de pensamento, tanto rigor de lógica, tanta abarcatividade… e tanta intrínseca beleza. E esta é precisamente a razão pela qual São Tomás, Doutor da Igreja, foi por ela nomeado o “Doutor Angélico”.

    Com efeito, a angeologia ocupa um lugar privilegiado no sistema tomista. Além de ter escrito um tratado específico sobre os anjos, o De substantiis separatis 1, São Tomás dedica vários trechos importantes de suas obras aos anjos e a temáticas relacionadas com eles. Assim, só na Summa Theológica, ele trata extensamente sobre os anjos no seu Tratado sobre a Criação 2 e no seu Tratado sobre a Providência 3, além de vários trechos esparsos e muitíssimas referências fragmentárias.

    Por aí vemos claramente a importância que os anjos revestiam para ele, que não tinha a menor sombra de dúvida sobre a existência daqueles.

    Mas tudo isto não foi inventado por São Tomás. Como conseguiu ele chegar a tantas conclusões, e tão profundas? Chegou ele a isto sozinho? Encontrou autores sobre os quais pudesse basear sua sabedoria? Quais são suas fontes?

    Isto é precisamente o tema do próximo artigo. Acompanhe aqui o conteúdo da matéria na íntegra, e continue conosco, até a próxima semana… “sob a proteção dos Santos Anjos”!

    Se você gostou deste artigo, não deixe de inscrever-se no nosso canal! Compartilhe com seus familiares, amigos e conhecidos, seja no Facebook, no Twitter, e nas demais redes sociais.

    Toda semana, colocaremos aqui novas matérias: novos artigos e os seus respectivos vídeos explicativos. Em caso de dúvida sobre termos mais específicos, não deixe de procurar no nosso léxico; e quanto às fontes utilizada, poderá consultar a bibliografia disponível neste blog.

    Envie seus comentários e perguntas para o nosso email ([email protected]); periodicamente, gravaremos vídeos específicos para responder a todos.

    NOTAS ————————————————————

    1. A obra Sobre as substâncias separadas, profundamente metafísica, é um dos primeiros escritos de São Tomás sobre os Anjos. Nele, o autor trata sobre a viabilidade da existência de um ser criado, mas totalmente espiritual, isto é, uma substância separada da matéria, de onde o nome da obra.

    2. Este tratado agrupa as questões 50 a 64 da Parte I.

    3. Este tratado agrupa as questões 104 a 115 da Parte I.

One Response so far.

  1. Juliana Araujo disse:

    Estou completamente hipnotizada pelos programas e por esta materia! Um novo mundo que se abre, embora ainda tenha mta dificuldade de abstração. Peço a meu Anjo da Guarda que me dê capacidade para alcançar tamanho conhecimento…. Um assunto tão profundo, que só poderia mesmo ser uma escrita Angélica! Obrigada São Tomas! Obrigada Pe. Goyard, o sr.é ferramenta usada para encher meu coração! Deus seja Louvado!


%d blogueiros gostam disto: